Assistir a justiceira de olinda online dating

Respondeu dest'arte á imposição : (1) Conde das Galvêas — 11 — «Ulmo. Nào existia ainda o que, sessenta annos mais tarde, Luiz Veuillot deno- minou — le journal bandit. — 13 — A real of6cina typographica, como já dis.emrs, recebia aprendizes, qu« entravam ganhando cento e sessenta ré s diários; no fim de seis mezes e a eleva-lo o salário a duzentos e qua- renta réis, e no fim de um auno a quatrrcentos réis.

Surgiram as publicações periódicas, «como instrumento o mais efficaz e operativo para electrizar as massas, excital-as em favor das novas doutrinas politicas e reformas sociaes com que se pretendia regenerar a nação.» (1) O &r.

Balbi dá existentes no Brazil em 1821 os seguintes jornaes : No Rio de Janeiro — Amigo do Rei e da Nação, Sabba- tifia Familiar, Patriota, Conciliador do Reino Unido, Consti- tucional, Reverbero, Malagueta e a Gazeta do R. Na Bahia — Edade de Ouro, Semanário Civico e Diário Constitucional. (2) Eram portanto 13 os jornaes existentes ao seguir el-iei para a Metrópole, deixando o principe real d. O decreto de 8 de maio de 1821 permittiu nas alfandegas o despacho de livros dê qualquer natureza, não sendo obscenos.

E' bem de vêr, por esta nomenclatura, que a Imprensa Régia, sob os olhares benignos de d. Em 1812, «gemeram» os prelos da typographia real, e brindaram as letras pátrias com as seguintes producções : Epicedio ao illm. José Bonifácio de Andrada e Silva ; Observações sobre o capim de Angola, ultimamente trazido e cultivado no Rio de Janeiro ; Plano de organização de uma escola medico- cirúrgica que por ordem de S. Ao passo que o Rio de Janeiro ostentava este desusado mo- vimento intellectual, de Portugal, observa um escriptor, não se remettia coisa valiosa : apenas a folhinha de cada anno, o livro de Carlos Magno, ou o Almocreve de Petas. Em 1820, monsenhor José de Souza Azevedo Pizarro e Araújo publicava as Memorias Históricas do Rio de Janeiro e das provindas annexas a jurisãicção do vice-rei do Estado do Brasil, obra verdadeiramenta monumental pela in- tensa luz que derrama sobre muitos acontecimentos obscuros ou ignorados.

Jtão VI, praticava em alta escala o ecletismo literário . «Mas não nos admiremos dessa antiga pobreza literária do Rio de Ja- neiro, pois até 1800 era a Gazeta de Lisboa o único jornal po- litico que se imprimia em Portugal». (2) O movimento constitucional de 1820 em Portugal não podia deixar de repercutir no Braizl.

A Imprensa Régia, além de decretes e alvarás e outras peças officiaes, imprimiu : Á Choupana Índia, novella : O Despertador ou único meio de salvar a Hespanha, por um patriota hespanhol, versão ver- nácula de «Um amigo do throno» ; Veital, tragedia; Surriada a Masséna\ a tragedia Nova Castro; a obra prima de Ber- nardin de Saint Pierre. ; Philosopho por amor, ou Cartas de deis amantes apaixo» nados e virtuosos, em 2 volumes : Jssé Bonifácio foi, em Portugal, além de desembargador, intendente geral daa minas, lente de geognosia e metallargia, cadeira expressamente creada para elle na Universidade de Coimbra, etc , etc. Ferreira, s&o de 1813, e deste anno também um opúsculo de Francisco Gomes Brandão sobre Apologia da Medicina.

Pa\£o e Virginia; O Cor, o, em oitava rima; O Uruguay, de Joseph Basílio da Gama-, O Consorcio das Flores de Bocage ; a Carta Pastoral do Illm. bispo capellão mor, de 8 de abril de 1811 sobre a dispensa de varies dias santos. Conde de Linhares, por Ma- nuel Ferreira de Araújo Guimarães ; Elementos de Álgebra, por Lacroix, transladados para ver- náculo, por ordem de S. R., por Francisco Cordeiro da Silva Torres ; Ensaios sobre os perigos das sepulturas dentro das cidades e nos seus contornos, por J. — 18 — Epicedii d deplorável morte do Sereníssimo sr. Pedro Carlos de Bourbon e Bragança, almirante general junto á real pessoa do Príncipe Regente Nosso Senhor, por Paulino Joaquim Leitão ; Observações sobre o cravo da índia, com um prologo do dr. Vicente Na- varro de Andrade ; Patriotismo Académico, por Ovidio Saraiva de Carvalho e Silva ; Os Jardins, poema de M. Este Francisco Gomes Brandão passou depois a chamar-se Francisco Gê Acayaba de Monte- zuma, e morreu visconde de Jequitinhonha.

(1) O prior do Crato imprimia na Corte em 1817 a sua, até hoje consultada e estimada. — Cabe posto proeminente na historia literária do nosso paiz a Ayres do Casal. E, como vamos vêr, influiu grandemente sobre a imprensa e sobre os destinos da typographia neste paiz. os nossos Apontamentos sobre a im- prensa caiholica no Brazil e na collecção d'4 Comarca, o excellente bi-semanario de Mogy-mirim dos aunos de 1903 a 19u5, as nossas Ephemerides sobre Imprensa, pastim.

(2)— Monsenhor Pizarro pertenceu â Arcádia Ultramarina.

Pedro a permissão de imprimir o seu periódico, durante seis mezes, na Imprensa Nacional e, findo o piazo, estabeleceu Victor Meirelles uma typographia á rua dos Barbonas n. Foi esta a segunda typographia creada no Rio de Janeiro. (2) Balbi, Estai Statittiqtu du Royaume dê Portugal.

Tags: , ,